ENTREVISTAS AQUAFLUX
Entrevista com Max Rubens da MBreda
Entrevista com Max Rubens da MBreda

A comunidade Aquaflux abre o ano de 2012 com uma entrevista exclusiva com Max Rubens da MBreda Aquapaisagismo. Confira um pouco mais sobre o aquarista que virou empresário e hoje produz uma completa linha de produtos destinados ao aquarismo e aquapaisagismo.

Nome Completo: Max Rubens Breda
Idade: 38 Anos
Cidade: Nasci em Sorocaba SP e moro até hoje.
Empresa: Tenho sociedade em uma empresa transportes ( Família ) e proprietário da Mbreda Aquapaisagismo.
Cursos: Faculdade de engenharia Civil na Facens de Sorocaba por 3 anos, incompleto.
Esportes: Pratiquei Motocross, e Supercross por 10 anos, participando em categoria 250cc. Fui Vice Campeão latino Americano copa Yamaha DT 200cc em 1995, parei com esse esporte em 1996. Comecei com o Bicicross aos 8 anos de idade, conquistei todas as corridas um primeiro lugar em que participei, era patrocinado por uma empresa de laticínios.
Outros trabalhos que ja pratiquei: Já trabalhei com pinturas especiais dos caminhões da fórmula Truck, em especial da equipe FORD com Dijalma Fogaça. De 2005 até hoje estou dedicado 100% no aquarismo e na empresa Mbreda.
Hobby: Aquarismo, fotografia, moto.


Aquaflux:
Quando e como ocorreu seu primeiro contato com o aquarismo?
Max Rubens:
Meu primeiro contato com o aquarismo foi quando tinha uns 10 anos; minha mãe me deu meu primeiro aquário. Parei um tempo na época de faculdade depois voltei mais forte com os aquários.

Aquaflux:
Quantos aquários/tanques possui? Considera-se um bom aquapaisagista?
Max Rubens:
Hoje possuo duas baterias com um total de 60 aquários na empresa, em uso particular tenho três aquários. Considero-me um aquapaisagista com experiência com as plantas, já fiz muitas montagens na empresa como testes dos resultados dos produtos. Meu foco esta no aperfeiçoamento dos produtos, focando a qualidade das plantas peixes e no sistema em geral de uma montagem.


Aquaflux: Como surgiu a idéia de fabricar produtos destinados ao aquarismo/aquapaisagismo?
Max Rubens: Não foi nada planejado no começo, eu tinha um aquário muito grande e queria ele plantado. Resolvi cultivar algumas plantas em uma estufa pequena que fiz na minha casa para compor meu aquário, e deu certo. Depois resolvi desenvolver um bom substrato para meu aquário, começaram muitos testes e pesquisas na área. Após os resultados que obtive que comecei o meu negócio no aquarismo.

Aquaflux: Num país com poucos incentivos e muitos impostos foi difícil conseguir capital/investimentos para criar a MBreda?
Max Rubens: Comecei com dinheiro próprio, tenho uma sociedade em outra empresa o qual tirava meu lucro e investia na Mbreda, foi por amor ao aquapaisagismo que persisti e continuei investindo. Se fosse pensar em tirar lucro nos primeiros anos eu teria desistido.

Aquaflux: Quem/Quais foram os seus principais encorajadores na criação da empresa?
Max Rubens: Meus principais encorajadores foram os aquaristas. Foi através dos elogios, das mensagens de agradecimento, de ver aquários bonitos com meus primeiros produtos e de ver o cliente feliz com o resultado; isso é o que mais me dava coragem e alegria para continuar minha trajetória... É e sempre será.



Aquaflux: Qual é a sua visão de como o brasileiro trata a questão produto nacional X produto importado atualmente?
Max Rubens: Eu estou vendo muitas pessoas dando preferência para os produtos Brasileiros e isso me deixa muito feliz, pois mostra que no aquarismo tem muita gente acreditando e apostando no Brasil. Se uma empresa tem o reconhecimento e incentivo ela investe cada vez mais no ramo.

Aquaflux:
Quais as principais dificuldades que encontrou para colocar seus produtos no mercado?
Max Rubens: Foi muito difícil... Lojas não queriam os produtos e nem tinham interesse em conhecer e testar, eles só conheciam e acreditavam nos produtos importados. Eu conseguia vender somente no varejo.

Foi através dos aquaristas que acreditaram no meu trabalho que ajudou a Mbreda ficar mais conhecida, foi o resultado dos produtos que divulgou a marca. Depois as lojas começaram a pedir os produtos para vender, foi devido a pedido de clientes nas lojas que elas começaram a me procurar, e assim começou atacado.

Aquaflux: Como está sendo a aceitação dos produtos MBreda no mercado brasileiro, desde o princípio com o surgimento da empresa até os dias de hoje?
Max Rubens: Teve uma aceitação muito boa no inicio por parte dos aquaristas e nos dias de hoje as lojas começam a ter melhor aceitação, acho que através dos resultados que ajudaram.

Hoje ainda existem muitas lojas que não conhecem a marca, principalmente as lojas que não trabalham muito o aquapaisagismo e não procuram se informar sobre o mesmo. Estamos trabalhando para divulgar cada vez mais entre as lojas e conseqüente disponibilizar os produtos a mais aquaristas.

Aquaflux: Como é composta a equipe de desenvolvimento de produtos? Tem somente pessoal técnico ou você conta com ajuda de aquaristas?
Max Rubens: Sim tem o pessoal técnico e depois de pré aprovado temos nossos parceiros aquaristas. Essa é uma forma de compartilhar o resultado dos produtos com os aquaristas e conseguir verificar possíveis resultados diferentes, melhorando o produto conseqüente sua melhor forma de uso.

Aquaflux: Você tem parceria com alguma universidade para auxiliar no desenvolvimento de novos produtos e troca de tecnologia?
Max Rubens: Até o momento todo trabalho é feito por nós, temos interesse sim em parcerias com universidades, tudo tem sua hora certa.

Aquaflux: Como você vê o mercado de produtos para aquarismo no Brasil e no mundo hoje e nos próximos 5 anos?
Max Rubens: Eu vejo um grande crescimento principalmente no Brasil, produtos novos estão surgindo e mais investimentos estão sendo feito. O mercado Brasileiro é de crescimento.



Aquaflux: Quais as perspectivas de crescimento de sua empresa em termos de diversificação de produtos para os próximos anos?
Max Rubens: Nossa perspectiva é de crescimento é positiva. Temos alguns projetos em andamento e outros já em pesquisa. Nossa meta é de investir sempre em produtos de qualidade com inovações.

Aquaflux: Quanto tempo de pesquisa demora para chegar a um produto final e aceitável no Mercado?
Max Rubens: Depende muito de produto para produto, qual sua função, etc. Produtos com a finalidade de causar modificações em um aquário levam de 6 meses até 2 anos de testes. Produtos pra fins decorativos inertes levam menos tempo.

Aquaflux: O que você espera do lançamento de novos produtos MBreda e que publico alvo você pretende atingir?
Max Rubens: Temos muito afinidade com os aquários plantados, e muitos dos nossos produtos seguem essa linha. Temos produtos que já estão atendendo outros tipos de aquários e isso só deve aumentar nos próximos anos.

Aquaflux: A maioria dos produtos são voltados para os aquários plantados, pretende seguir indefinidamente essa linha ou quer avançar mais no que se refere a produtos e/ou equipamentos para o aquarismo básico? Ou os dois juntos?
Max Rubens: Pretendemos avançar em toda linha do aquarismo, mas somente será lançado produto se o mesmo for revolucionário, ou no mínimo que obtenha ótimos resultados para os aquaristas. Não pretendemos ter só mais um produto no mercado.

Aquaflux: Qual o significado do aquarismo para você e qual é a sua sensação ao ver a satisfação dos clientes ao usarem um produto MBreda?
Max Rubens: O significado do aquarismo para mim é Amor e alegria, tenho extrema paixão e afinidade com os aquários. Minha satisfação em ver um cliente feliz é muito grande, isso me dá mais força e vontade em continuar lutando pelo aquarismo no Brasil.

Aquaflux: Como você trabalha com o pós-venda da empresa MBreda, um item um pouco esquecido por boa parte das empresas atualmente?
Max Rubens: Nós procuramos sempre manter contato com os clientes, mantemos um pós vendas sempre de apoiar, ajudar e esclarecer dúvidas. Quando se faz o que gosta é um prazer ajudar o próximo.

Aquaflux: Quais as dicas que você dá para quem está iniciando no aquarismo?
Max Rubens: Nossa dica é que o aquarista pesquise bem antes de montar um aquário, participando de fóruns analisando os aquários já montados e conferindo as experiências dos aquaristas mais antigos, desta forma montar um aquário bem planejado para obter os resultados pretendidos.



Aquaflux: Onde e como o custo Brasil influencia nos preços dos produtos? O que poderia resolver?
Max Rubens: O custo Brasil é mais elevado do que em muitos países, tudo que é feito aqui já tem custo maior, impostos, matéria prima mais cara, peças e maquinários bem mais caros, frete etc... Tudo influencia em nossos preços.

Aquaflux: Como competir com produtos importados e quais os diferenciais da MBREDA em relação aos similares importados?
Max Rubens: Nós não pensamos em competir, cada produto oferece o que há de melhor e nós procuramos oferecer o melhor de nós em nossos produtos. Os diferenciais quem faz é o próprio aquarista.

Aquaflux: Dentro da realidade do aquarismo, ainda existem aquaristas montando aquários com húmus de minhoca, fervido etc... Qual sua visão para este tipo de aquarista no futuro ?
Max Rubens: Eu acho válido, sabemos que nem todos podem investir muito no inicio, desta forma é possível que todos possam entrar no aquarismo plantado independente de sua idade ou situação atual; acho muito válida essa opção de aprendizagem. Com o tempo o aquarista passa a aprender mais e a procura produtos que tenham mais praticidade e segurança e sucesso na montagem de um aquário. Faz parte do ciclo do aquarista Brasileiro.

A Equipe Aquaflux agradece ao Max Rubens por colaborar com esta entrevista.




Autor: Equipe Aquaflux (04/01/2012)
Esta entrevista foi lido 4199 vezes.
Gostou desta entrevista e deseja publicar em seu website, blog ou outro meio de divulgação?
Entre em contato com nossa equipe e solicite uma autorização.

O aquarismo não é uma ciência exata, portanto estamos sempre abertos a comentários, adições e alterações, fique à vontade para nos ajudar a divulgar e ampliar o hobby.

Aquaflux Aquarismo e Aquapaisagismo © 2008 / 2015
Desenvolvido pela Adivision Websolutions
Aquariumrank.com - Ranking the Top Aquarium Sites on the Internet