FICHAS DE PEIXES DULCÍCOLAS
Carnegiella strigata

Peixe Borboleta

Carnegiella strigata

Marbled Hatchetfish

Gasteropelecidae

Brasil / Bacia Amazônica

Os Carnegiella strigata são mais frequentemente encontrados em áreas com abundância de vegetação de superfície então, cobrir uma parte boa da superfície da água com plantas flutuantes irá contribuir para que fiquem mais calmos.

É um peixe extremamente pacífico, sendo ideal para aquário comunitário. Habita a maioria do tempo a superfície do aquário, mas às vezes é possível avistá-los nadando na parte intermediaria do aquário também.

Todo o Aquário

5 a 7

2 a 8

1 a 5

24 a 28 ºC

4 cm

Onívoros. Aceitam rações de todos os tipos. Incluir alimentos vivos a sua dieta é garantia de ter sempre peixes saudáveis e com belas cores.

Sua reprodução é semelhante a de outros tetras, deve se separar um casal em um tanque de aproximadamente 12l (30x20x20) não muito iluminado e com vegetação flutuante que cobre a maior parte da superfície para que os ovos sejam depositados.

Os parâmetros ideais para a água são: Mole (1 a 5°dH) e ácida (5.5 a 6.5 pH) e na temperatura entre 24° a 28°C.

Também é possível tentar sua reprodução em grupos, selecionando 6 ou mais casais.

Na escolha do casal escolha a fêmea visivelmente mais cheia de ovos e o macho que está exibindo suas melhores cores. A abundância de bons alimentos vivos como Artêmias ou Bloodworm são muito bem vindos nessa fase. Após o aparecimento dos ovos que podem estar nas plantas, no chão ou até mesmo flutuando, já que eles não se fixam, os pais devem ser retirados. A eclosão ocorrerá entre 24 a 36 horas. Após o nascimento eles ainda terão seus sacos vitelinos e contarão com isso como comida para as próximas 24 horas ou mais. Depois os ovos e alevinos são sensíveis à luz nos primeiros estágios da vida e do tanque deve ser mantido no escuro, se possível. Quando começarem a nadar livres pelo aquário já podem ser alimentados com náuplios de artêmia ou infusórios e dar inicio as TPA’s diárias de 20 ou 25%. Quando os alevinos já estiverem maiores, por volta de 1.5 cm deverem ser introduzidos em um aquário maior e a partir dai já podem receber outros tipos de alimentos.

As fêmeas possuem a curvatura do corpo muito mais saliente do que os machos quando estão cheias de ovos.

O tamanho mínimo do aquário deve ser de 60 litros.

Fishbase.org

Seriouslyfish.com

Ficha técnica desenvolvida por: Thiago Benedicto
Esta ficha foi visualizada 1940 vezes.

Gostou desta ficha e deseja publicar em seu website, blog ou outro meio de divulgação?
Entre em contato com nossa equipe e solicite uma autorização.

Você pode ajudar a complementar e/ou corrigir informações desta ficha.
Utilize o nosso formulário de contato. A comunidade Aquaflux agradece.

Em nossas fichas só utilizamos fotos com as devidas autorizações ou com licença Creative Commons.

Aquaflux Aquarismo e Aquapaisagismo © 2008 / 2013
Desenvolvido pela Adivision Websolutions
Aquariumrank.com - Ranking the Top Aquarium Sites on the Internet